sábado, 24 de janeiro de 2009

Coisas que você (não) precisaria saber

* O nome completo do Pato Donald é Donald Fauntleroy Duck.

* Em 1997, as linhas aéreas americanas economizaram US$ 40.000 eliminando uma azeitona de cada salada.

* Uma girafa pode limpar suas próprias orelhas com a língua.

* Milhões de árvores no mundo são plantadas acidentalmente por esquilos que enterram nozes e não lembram onde as esconderam.

* Comer uma maçã é mais eficiente que tomar café para se manter acordado.

* As formigas se espreguiçam pela manhã quando acordam.

* As escovas de dente azuis são mais usadas que as vermelhas.

* O porco é o único animal que se queima com o sol além do homem.

* Ninguém consegue lamber o próprio cotovelo, é impossível tocá-lo com a própria língua.

* Só um alimento não se deteriora: o mel.

* Os golfinhos dormem com um olho aberto.

* Um terço de todo o sorvete vendido no mundo é de baunilha.

* As unhas da mão crescem aproximadamente quatro vezes mais rápido que as unhas do pé.

* O olho do avestruz é maior do que seu cérebro.

* Os destros vivem, em média, nove anos mais que os canhotos.

* O “quack” de um pato não produz eco, e ninguém sabe porquê.

* O músculo mais potente do corpo humano é a língua.

* É impossível espirrar com os olhos abertos.

* “J” é a única letra que não aparece na tabela periódica.

* Uma gota de óleo torna 25 litros de água imprópria para o consumo.

* Os chimpanzés e os golfinhos são os únicos animais capazes de se reconhecer na frente de um espelho.

* Rir durante o dia faz com que você durma melhor a noite.

* A urina dos gatos brilha quando exposta à luz negra.

* 40% dos telespectadores do Jornal Nacional dão boa-noite ao William Bonner no final.

* Aproximadamente 70 % das pessoas que lêem este artigo tentam lamber o cotovelo.
_

"Ninguém consegue lamber o próprio cotovelo, é impossível tocá-lo com a própria língua."

Eu admito que tentei lamber meu cotovelo kkkkkkkkkkkkkkkk

Postar um comentário

0 Comentários:

  © Blogando Novidades | Todos os direitos Reservados.

Voltar ao TOPO